Leitura no Âmbito Escolar

Tema:

Concepção de leitura

 Título provisório:

CONCEPÇÕES DE LEITURA DE PROFESSORES DE ENSINO FUNDAMENTAL DA REDE PÚBLICA MUNICIPAL DE FORTALEZA: RESSIGNIFICAÇÃO NO TRABALHO DOCENTE

Problema:

As concepções de leitura predominantes nas atividades didático-pedagógicas das salas de alfabetização são as concepções do professor da turma, uma vez que os alunos de tais salas estão em processo de aquisição da linguagem, construção do gosto pela leitura e, ainda, não possuem autonomia leitora. Assim, se para o professor a leitura significar apenas a capacidade de decodificar, conseqüentemente, o aluno conceberá a leitura como um processo de decodificação. Portanto, quais concepções de leitura têm direcionado o processo de aquisição de linguagem nas salas de 1º ano do ensino fundamental das escolas públicas de Fortaleza?

Questões:

  • Quais concepções de leitura emergem entre os professores do 1º ano do ensino fundamental das escolas municipais de Fortaleza?
  • Quais concepções de leitura têm direcionado o processo de alfabetização nas escolas municipais de Fortaleza?
  • Como as concepções de leitura do professor alfabetizador influenciam na construção das concepções de leitura dos alunos?

Objetivos:

 

   1. Objetivo geral

              Investigar as concepções de leitura do professor alfabetizador das escolas públicas municipais de Fortaleza a partir da análise da ressignificação de tais concepções no cotidiano da sala de aula.

     2. Objetivos específico

  • Analisar as concepções de leitura do professor alfabetizador das escolas públicas municipais de Fortaleza à luz das concepções de leitura presentes na literatura;
  • Investigar como se deu a apropriação das concepções de leitura dos professores alfabetizadores;
  • Verificar como se dá a ressignificação das concepções de leitura do professor alfabetizador em sua prática docente;
  • Analisar de que forma as concepções de leitura do professor alfabetizador influenciam na construção das concepções de leitura dos alunos.

Justificativa:

O objeto de estudo deste projeto nasceu de uma experiência pessoal como professora alfabetizadora do município de Fortaleza. Na ocasião, deparei-me com profissionais que atuam na alfabetização de crianças e se posicionam de forma resistente às atividades de incentivo a leitura. As inquietações advindas de tal experiência instigou-me a refletir sobre até que ponto o professor que não percebe a leitura como algo prazeroso pode ser um reprodutor e/ou produtor de leitores assíduos.

Caros,

Fiquei na dúvida se deveria postar somente a justificativa ou a introdução completa. Então, é claro, que optei pelo mais fácil…hehehe…🙂🙂

Profa Josi, podemos conversar um pouquinho antes da aula?

Abraços,

Ana Paula Martins

1 comentário

Arquivado em Uncategorized

Uma resposta para “Leitura no Âmbito Escolar

  1. Josi Short

    Ana Paula,

    Seu projeto já está definido e bem escrito. Sucesso na obtenção de seu objetivo maior! Estou na torcida e desejando também boa sorte!

    Abraço,
    Josi

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s